Sinto-me um peixe,ultimamente.Em segundos eu esqueço,em outros segundos eu perco o ar.Da minha boca as palavras saem dentro de bolhinhas,que só são ouvidas lá encima.E por vezes eu me pego,admirando anzóis,e imaginando como seria subir,subir,subir e ver com meus olhinhos esbugalhados quais são os mistérios do além d’água.

Serei o primeiro peixe com depressões inconstantes,e que se alimenta das minhoquinhas da insônia.E com certeza,serei um dos milhares que tem medo do oceano,mas um dos poucos que não se entrega a um aquário.

-Há outros peixes nesse mar,mas eu prefiro me abraçar com essa imensidão de azul.

Anúncios

Um comentário sobre “

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s