acordou depois do descaso da noite passada,e deciciu abrir mão das horas.engoliu a seco o cansaço,e encostou os pés na rua como alguém que agora carrega nos bolsos uma lista de minimos afazeres diarios.a partir de hoje,se entrega aos prazeres de nada,pra cumprir a responsabilidade do pouco que se tem pra viver.

-dia morto,sem alma.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s