entupida lua cheia

as ideias estão me saindo em pedaços,e as palavras grudaram nas paredes.a vazão dos sentimentos tá estancada na garganta.o amor

vez ou outra eu sinto sorrisos,e vejo malicias.tem dias que me apego aos prantos,e outros que seco a vazão do amor.tem vezes que consigo ouvir os timbres das ideias e criar ensaios completos sobre correnteza de aleatoriedade.

só sê-lo sendo

só beijo vendo

só amo o tempo

sem deixar o aconchego

só tê-lo dentro

desisto,uma hora eu engulo de vez esse embaraço e as coisas voltam a fluir.No momento,vou ficar com o interno.

-deixe-me ser só ser.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s