quando eu for dormir por baixo das estrelas e tentar
 ocupar minha boca com ideias livres e fechar os olhos
por cima da grama que não for minha,quando eu sonhar
com detalhes de ocupações distantes do que me é sussurado
 e suspirado e fugir  de pés descalços por passos mal
dados,quando eu acordar suado de um sol que me acorda
 e estalar por dentro das bochechas o sabor que me
preenche.
-quando esse quando chegar,me avise,que eu vou estar.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s