me afoguei na minguante.

Despistou os sonhos e se pôs de pé do lado errado da cama,sentindo que o dia tinha acordado errado e que fugir da maré dos acontecimentos seria a mais inconsequente das causas.Ergueu-se amaldiçoando os dedos e se esquivando de respostas com mais de três palavras,se jogou porta a fora tentando afogar mar a dentro o sufoco que lhe tangia.Com o compromisso mais que latente lhe batendo as cordas,jurava não sentir a solidão e suplicando pela ausência dos triviais abraços,ferveu as ideias num caldeirão de amargos sentimentos.

-cada vez mais clichê.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s