-Ansiosamente esperava o fim dos trovões e o iminente despencamento da chuva,já que com ela a responsabilidade da escolha não lhe seria dada,afinal não se arriscaria nas águas que ameaçavam.Procrastinou ainda,engolindo o momento e deixando-o descer e descansar no prazer da involuntariedade da natureza e do dia.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s