Gu

As coisas aqui estão incrivelmente boas, e as na minha cabeça estão melhores também. As vezes é tudo tão bonito e incrível que eu sinto como se não conseguisse acreditar no sentimento e de alguma maneira começo a rejeitar tudo isso quando fico sozinha. Esses momentos são bem breves, eu não tenho muito tempo pra mim e pra conseguir colocar as ideias no lugar. Você não tem ideia do quanto sinto sua falta, sério.

A mãe do Michael gosta mesmo de mim, ela é super animada e um tanto mandona. Isso, e o fato de que eu tô aqui pra aprender a língua dela, dá um enorme controle pra ela. E puta que pariu, como é cansativo conhecer alguém sem poder me comunicar completamente. Eu sinto como se não conseguisse me defender, me impor, me apresentar de verdade. Mas mesmo assim, hoje eu perguntei, com todo o alemão que eu consigo falar, se ela já tinha fumado maconha. Ela respondeu que não e perguntou se eu já tinha fumado. E ai eu só sorri e balancei a cabeça que sim. Foi um bom passo hehehe.

Ontem ela me levou pra uma cidade holandesa que fica na fronteira com a Alemanha, que na verdade é um outlet gigante pra marcas caras (Hugo Boss, Armani, Ralph Lauren, Dolce and Gabana…serio) e era um shopping center ao céu aberto, uma vila alemã gourmetizada com lojas de marca. Velho, ela me fez andar 6horas experimentando vestido pro casamento de um amigo do Michael no fiz do mês. Depois disso, acabei gastando 100 euros num vestido que se eu engordar 2 quilos não fecha mais. Eu sou muito grata pela atenção e intenção dela. Não posso culpar ela. Quando a gente chegou em casa às 21h da noite, mano eu tava com tanta raiva de mim mesma. Fui muito tapada, mas é isso ae. Já chorei muito hahaha

Em relação ao Michael, as coisas estão perfeitas, tão perfeitas que me fazem duvidar.

Parece que não se passaram sete meses, e ele tá mais apaixonado do que nunca. E hoje eu consegui definir minha angústia, não to me deixando apaixonar por ele de novo. De alguma forma eu não admiro ele mais, e sinto que minto pra ele de alguma maneira retribuindo. Eu tenho medo de não amar mais ele e ter que lidar com as consequências disso. É tudo tão perfeito que parece que basta eu ficar aqui, e caralho, isso me incomoda.

Ao mesmo tempo me parece possível voltar a amar ele depois de algum tempo, como um amor por respeito pela parceria. Lembrei de você e da Fe, e fiquei com medo de ele parar de me amar depois de muito tempo frustrado.

Mas nada do que eu disse aqui é verdade. Eu to bem feliz e grata. E tem sido muito estímulo, pessoas diferentes pra conhecer e me fazer worth (nao consigo pensar em outra palavra). Tem muita coisa nova e vou demorar um tempo pra conseguir sentir direito, pelo menos até eu conseguir meu próprio espaço, casa, quarto, cozinha. Como eu quero isso de volta heheh.

Mas eai, me conta como tão as coisas por ai? Eu queria perguntar como tá sendo com o Gui por ae.

Me responde ae uma carta contando seu role!

Amo você Gu!

Fica bem ae e qualquer coisa grita!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s